©
Odeio atenuantes, desculpas, restrições. Odeio quem marca e desmarca. Odeio quem maltrata a esperança do outro, quem não cuida da expectativa que mesmo criou. Odeio quem afirma que não tem saída, que surgiu algo importante, que está de mãos amarradas. Sempre há o que fazer. Sempre podemos escolher. Odeio quem diz que vai e depois retira a palavra. Quem sempre inventa um senão de última hora. Quem não banca seu desejo. Quem finge intensidade para soar romântico. Adiar não é esperança. Um sim pela metade é não. Respeito aquele que sofre de medo, jamais respeito aquele que aceita ser menor do que o medo. Respeito aquele que sofre de dúvida, jamais respeito aquele que coleciona incertezas. Na paixão, ou é ou não é. Não se negocia com a loucura.
- Fabrício Carpinejar.   (via reinverbos)
Não existem segundas chances, porque nada volta a ser como era antes. Depois que algo é quebrado sempre vão existir marcas que vão provar que algo esteve errado. Não existem segundas chances quando um coração é magoado. Não existem outras oportunidades para algo que se deixou passar.
- Caio Fernando Abreu.   (via cartas-rasgadas)
Me afastei de pessoas que nunca me imaginei sem. E ó, tô vivão.
- Projota.  (via demografar)
Minha mãe diz que me criou para o mundo,
mal sabe que meu mundo é ela.
- Karol Miranda (via demografar)
Nosso lance tá sério, nunca mais vai ter zorra. Vê se esquece. Recomeça. A gente merece. Te amo, porra.
- Projota.   (via alentador)
Você não entende, Summer. Eu não posso te perder. Sei que não somos um casal perfeito. Nem casal nós somos. Mas eu te amo, Summer. E não suportaria ver você indo embora. Porque… Se eu te perder, eu me perco.
- Tom and Summer.    (via reinverbos)
Se me perguntarem qual o sentimento que considero mais bonito ou mais importante, vou abrir um sorriso e dizer: O correspondido.
- Martha Medeiros.   (via velejo)

Eu poderia amar qualquer outra pessoa, uma pessoa menos complicada, menos indecisa, e que estivesse disposta a estar comigo toda hora. Mas meu coração te escolheu, e por alguma razão, ele não abre mão de você.